ONDE TEM

CARBOTEX

TEM RENDIMENTOS!

ENXOFRE

O enxofre é obtido a partir da remoção dos compostos sulfurosos
presentes nos combustíveis derivados de petróleo ou encontrado no solo,
em combinações de sais de sulfato, sulfetos e minério. Nas proximidades
de vulcões, o enxofre é encontrado na sua forma original.

O enxofre é um elemento químico essencial para todos os organismos
vivos, sendo constituinte importante de muitos aminoácidos, mais de 90%
da produção mundial é usada para fabricação de ácido sulfúrico.
O Enxofre é essencialmente usado na produção de Fertilizantes, como
complemento alimentar para gado, além de ser constituinte da pólvora,
de medicamentos laxantes, de palitos de fósforos, dissolução

de madeira na produção de celulose, clareamento de açúcar, vulcanização de borrachas, (o que aumenta a resistência, principalmente em pneus), formulação de inseticidas e fungicidas, matéria-prima para indústria química, com destaque para a formulação de detergentes biodegradáveis.

CAL

Cal, conhecida como cal virgem ou óxido de cálcio, é obtida através da
calcinação do calcário que, após ser extraído, selecionado e moído, é
submetido a altas temperaturas, possuem grandes possibilidades de uso:
utilizado na construção civil, no preparo de tintas, atribuindo à pintura
propriedades fungicidas e bactericidas, na construção de estradas,
como elemento de estabilização de solos e como aditivo de misturas
asfálticas. Na siderurgia a cal é utilizada como aglomerante na pelotização
do minério de ferro e no processo de sinterização, na dessulfuração de
gusa, como elemento escorificante, protetor de revestimentos refratários
em fornos de aciaria e como librificante na trefilaria. Ver mais

A metalurgia de alumínio emprega a cal na causticação ou recuperação da soda cáustica usada na digestão da bauxita. Na indústria química, a cal é um insumo básico na produção de especialidades como carbonato de cálcio precipitado, carbureto de cálcio, óxido de propeno, cloreto de cálcio, hipoclorito de cálcio e vários outros elementos. Na produção de papel e celulose, a cal virgem é fundamental na causticação do licor negro e como agente redutor de acidez na produção de papéis alcalinos. É também empregada como fundente em vidrarias e em outros processos industriais, como a produção de refratários, de borracha, de pigmentos e em curtumes. Na indústria alimentícia, a cal está presente em vários setores. Na produção de açúcar e de álcool, age como redutor de acidez e clarificador do caldo da cana. No setor cítrico, é agente redutor de acidez e auxiliar para secagem do bagaço de cítricos e fonte de cálcio na produção das rações preparadas à base do farelo desse bagaço. É empregada também na produção de fosfato bicálcico para alimentação animal e usada ainda como redutor de acidez na indústria de laticínios e em outros processos. Na agricultura, a cal comumente utilizada na recuperação de solos ácidos, tornando-os próprios ao reflorestamento e a diversas culturas, sendo também um importante micronutriente. É fonte de cálcio na produção industrial de fertilizantes agrícolas. Tem ainda inúmeras aplicações no meio rural, incluindo a proteção de áreas de criação de frangos, a alcalinização de lagoas para piscicultura. Na saúde e na preservação ambiental, a cal é elemento básico no tratamento de efluentes domésticos e industriais e de água para abastecimento público. É um valioso agente dessulfurante no controle de emissões atmosféricas da indústria, contribuindo para reduzir a incidência de chuvas ácidas.

UREIA

O nitrogênio é um dos elementos mais importantes nos compostos de
fertilizantes agrícola, em geral, é o elemento que as plantas necessitam
em maior quantidade. Embora seja o gás mais abundante na atmosfera,
o nitrogênio não é constituinte das rochas, e é aqui, que entra compostos
nitrogenados Carbotex.
O processo de granulação de ureia Carbotex consiste em aumentar o
diâmetro dos grãos por intermédio de recobrimentos sucessivos (engorda)
do grão de ureia perolada com a própria solução de ureia. A melhor
qualidade consiste na menor taxa de liberação de nitrogênio, no aumento
da resistência e uniformidade do grão e na menor segregação

quando misturada com outros fertilizantes. As culturas que mais demandam ureia granulada são milho, cana, café, arroz, algodão e o conjunto formado por pastagens, frutas e hortaliças. A ureia é também utilizada na fabricação de plásticos, explosivos, alimentação de ruminantes...etc.

ÓXIDO DE MAGNÉSIO

Pó mineral branco, leve, pouco solúvel em água, inodoro
e com leve sabor alcalino. Esta substância possui diversas aplicações,
siderúrgicas e industriais, com destaque para os abrasivos e indústrias
químicas. No entanto, é comum encontrá-la nas fórmulas dos fertilizantes,
abrasivos e nutrição animal. No que se refere à aplicação em fertilizantes,
este óxido é um dos macros nutrientes mais exigidos pelo metabolismo
vegetal. Em termos gerais, ele é essencial para o desenvolvimento
de qualquer cultura, influenciando diretamente na produtividade.
Como elemento principal da molécula de clorofila, o óxido em
questão está ligado à produção de energia. Ver mais

A metalurgia de alumínio emprega a cal na causticação ou recuperação da soda cáustica usada na digestão da bauxita. Na indústria química, a cal é um insumo básico na produção de especialidades como carbonato de cálcio precipitado, carbureto de cálcio, óxido de propeno, cloreto de cálcio, hipoclorito de cálcio e vários outros elementos. Na produção de papel e celulose, a cal virgem é fundamental na causticação do licor negro e como agente redutor de acidez na produção de papéis alcalinos. É também empregada como fundente em vidrarias e em outros processos industriais, como a produção de refratários, de borracha, de pigmentos e em curtumes. Na indústria alimentícia, a cal está presente em vários setores. Na produção de açúcar e de álcool, age como redutor de acidez e clarificador do caldo da cana. No setor cítrico, é agente redutor de acidez e auxiliar para secagem do bagaço de cítricos e fonte de cálcio na produção das rações preparadas à base do farelo desse bagaço. É empregada também na produção de fosfato bicálcico para alimentação animal e usada ainda como redutor de acidez na indústria de laticínios e em outros processos. Na agricultura, a cal comumente utilizada na recuperação de solos ácidos, tornando-os próprios ao reflorestamento e a diversas culturas, sendo também um importante micronutriente. É fonte de cálcio na produção industrial de fertilizantes agrícolas. Tem ainda inúmeras aplicações no meio rural, incluindo a proteção de áreas de criação de frangos, a alcalinização de lagoas para piscicultura. Na saúde e na preservação ambiental, a cal é elemento básico no tratamento de efluentes domésticos e industriais e de água para abastecimento público. É um valioso agente dessulfurante no controle de emissões atmosféricas da indústria, contribuindo para reduzir a incidência de chuvas ácidas.

SULFATO DE AMÔNIO

Em forma de grânulos brancos, contendo 20% de nitrogênio e 22% de
enxofre em sua composição, é usado como fertilizante para reposição de
nitrogênio e enxofre em solos cultivados, e contribui para aumentar a
produtividade das lavouras. O Sulfato de Amônio distribuído pela
Carbotex, pode ser aplicado em qualquer época do ano, propiciando
colheitas fartas.

Um fertilizante econômico de alto rendimento onde a alta compatibilidade
física e química facilita misturas e ajuda os agricultores a economizar tempo e valores. O sulfato de amônio Carbotex é compatível com todas as matérias-primas usadas, possibilitando aos agricultores maior

flexibilidade para incorporar tanto o nitrogênio quanto o enxofre nos seus programas de adubação. Ao optar pelo sulfato de amônio, o produtor garante um excelente custo benefício.